Simpósio mostra que uso da madeira é a melhor alternativa para a construção civil

Nos próximos dois dias, profissionais da construção civil e do setor florestal estarão reunidos em Curitiba para participar do 3º Simpósio Madeira & Construção. Em pauta, o desafio de retirar da mente da sociedade brasileira o medo de não construir com madeira – fato que ocorre nos países de primeiro mundo, mas que no Brasil ainda é visto com certa desconfiança. O Painel Florestal conversou com Carlos Mendes, diretor executivo da Associação Paranaense de Empresas de Base Florestal (Apre), que prevê uma mudança de mentalidade no País, sobretudo por se tratar de construções sustentáveis com madeira de floresta plantada. Confira a entrevista.

Painel Florestal – O que a Apre pretende fazer para mostrar à sociedade que a construção com madeira é ecologicamente correta?

Carlos Mendes – A Apre vem abordando o tema de todas as formas possíveis para estimular a utilização de fontes renováveis na construção civil. Em todos os eventos que realizamos, como o 3º Simpósio Madeira & Construção, sempre divulgamos as vantagens construtivas e os benefícios da madeira. Costumamos dizemos que a atividade florestal é a atividade que retira CO2 da atmosfera e que evita o efeito estufa. E ela precisa ser realmente reconhecida como uma atividade essencial para a qualidade de vida do ser humano. Queremos mostrar que utilizar a madeira de florestas plantadas é usar uma matéria-prima nobre, sustentável e ambientalmente recomendada.

O Simpósio, em especial, vai apresentar aos participantes as soluções construtivas, as atualidades e a potencialidade do uso da madeira de florestas plantada na construção civil, bem como seus benefícios ambientais. Diversos profissionais com ampla experiência na área irão fazer palestras para mostrar as boas práticas e as tecnologias existentes para a construção com madeira.

Painel Florestal – Para a construção civil, quais as madeiras devem ser utilizadas?

Carlos Mendes – A madeira de floresta plantada, porque vem de uma fonte renovável e é um importante meio para se retirar o CO2 da atmosfera.

Painel Florestal – A construção com madeira é muito popular em diversos países do mundo. Por que isso ainda é um tabu no Brasil?

Carlos Mendes – A madeira é utilizada na construção civil em países como Estados Unidos, Chile e o Japão e países da Europa, justamente por se tratar de um material renovável e que ajuda o meio ambiente. Esses países seguem avançando na discussão e buscando novas tecnologias. Porém, aqui no Brasil, ainda falta divulgação quanto aos benefícios do uso da madeira. Também faltam políticas públicas e é preciso incluir o sistema construtivo com madeira no escopo de financiamento oficial. Se isso acontecesse, seria possível aumentar a construção de novas moradias.

Painel Florestal – Na sua opinião, por que o brasileiro resiste tanto às construções com madeira?

Carlos Mendes – O grande obstáculo, hoje, é a questão cultural. A falta de conhecimento das pessoas ainda é uma barreira para que o setor possa evoluir. A sociedade de maneira geral tem muito preconceito com relação à durabilidade, manutenção e segurança da madeira. Mas isso não é verdade. A tecnologia aplicada nesse tipo de construção hoje é moderna e garante conforto térmico e acústico, resistência, segurança e muito mais.

Painel Florestal – Quais são os próximos passos?

Carlos Mendes – A Apre, em parceria com as universidades e as empresas do setor florestal, vai continuar promovendo eventos que destaquem os benefícios do uso da madeira. Em outubro, teremos a quinta edição do Congresso Florestal Paranaense, que vai tratar das novas tecnologias florestais. Além disso, em março de 2016 todos os olhos do mundo estarão voltados para Curitiba quando o assunto for o setor florestal, porque a capital paranaense vai receber o principal evento internacional do segmento, que é o SWST, além de dois eventos nacionais de grande importância, o EBRAMEM e a 2ª Expo Madeira & Construção. A semana será o maior evento mundial deste gênero no ano. Isso quer dizer que entre os dias 06 e 12 de março de 2016, vamos receber os melhores pesquisadores e projetistas de construção com madeira do mundo, o que vai ajudar a fortalecer o nosso setor.

Da redação – Painel Florestal

Deixe seu Comentário

Você precisa logarlogin para publicar um comentário.